Confira os estilos de se vestir para as principais baladas de São Paulo

Vila Madalena, Vila Olímpia, Baixa Augusta, Itaim e Jardins: qual é mais a sua cara?

Patricinhas com roupa de marca, roqueiras, góticas, hippies...A verdade é que as baladas de cada região de São Paulo tem um estilo que prevalece. Se você pretende vir para a cidade, mas ainda não sabe direito onde ir e quais rolês tem mais a ver com você, se liga no nosso guia com os principais bairros da cidade classificados pelo estilo da maioria das pessoas que por lá passam:

+ Tendências que deveriam ter ficado em 2012 - ou nunca aparecido
+ Guia de baladas para agradar todos os estilos musicais
+ Dicas para se vestir para a balada

O bairro se caracteriza pela maior concentração de "bicho-grilo" por metro quadrado; pessoas que dariam tudo para ter vivido nos Estados Unidos nos anos 70 e presenciado o movimento flower-power.

 

Estilo: Seres muito pensantes, que curtem música brasileira e literatura; costumam estar caracterizados por saias longas, tecidos leves e estampados, sandálias levinhas ou alpargatas e, claro, a Praça Benedito Calixto é um ponto de encontro aos sábados por conta de sua feirinha vintage.

Principais baladas da região: Black Bom Bom, Ó do Borogodó

Sem dúvidas o lugar de São Paulo com maior mistura de tribos; lá você encontra homossexuais, fashionistas, coxinhas hipsters e rockeiros – tudo junto e misturado -, afinal, existem muitas casas noturnas nessa região:

Estilo: Pode-se dizer que a rua Augusta começa na esquina com a Av. Paulista com os hipsters e indies, se estendendo até o quarteirão da rua Fernando de Albuquerque, quando os modernos e fashionistas começam a aparecer. Quanto mais para baixo você for, mais do rock a galera será, devido às casa de shows como Inferno e Outs.

Principais baladas da região: Astronete, Inferno, Outs, Blitz Haus, Beco 203

“Porra man, vamos jantar em um bistrôzinho muito top antes de fechar aquela baladinha?” – Essa frase transcreve grande parte das pessoas que freqüentam esses bairros. Movidas por restaurantes caríssimos, roupas de marca e carro de último modelo, o negócio é ostentar – mesmo que inconscientemente.

Estilo: As meninas se caracterizam por cabelo com cara de "acabei de sair do salão", corpo esculpido, bolsa de marca, salto alto, calça e batinha; enquanto os meninos usam calça jeans, sapatênis - geralmente da Prada ou Osklen - e camisa polo.

Principais baladas da região: Josephine, A.F.A.I.R, Museum, Outlaws e Disco.

O bairro, que há alguns anos era conhecido por abrigar uma imensa quantidade de playboys, hoje é famoso pela galera do pagode e sertanejo, afinal, grandes casas como Wood’s, Villa Mix e Santa Aldeia se concentram lá.

Estilo: O público parece estar uniformizado: meninas de saia bandage ou vestido de paetê e salto alto, enquanto os homens de jeans e camisa xadrez. 

Principais baladas da região: Wood's Bar, Villa Mix, Santa Aldeia.

Atualizado em 17 Abr 2013.

Por redação obaoba
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Marca de cerveja promove exposições e festas em museu de SP

O projeto "The Art of Heineken" contará a história da marca dentro do Museu de Arte Contemporânea

8 festas imperdíveis para curtir o verão no litoral de São Paulo

Saiba onde vão rolar as festas mais badaladas da temporada pelas praias paulistanas

Festivais de música eletrônica e raves que acontecem no Brasil em 2017

Programação imperdível para os fãs do EDM que não perdem a chance de fritar!

9 festas para curtir o Réveillon 2017 no Rio de Janeiro

Saiba onde será o fervô na virada do ano na cidade maravilhosa!

De festa open bar a roda de samba: veja o que fazer em SP entre o Natal e o Ano-Novo se você não vai viajar

Neste ano, INFELIZMENTE, não tem emenda de feriado dessas datas festivas. Para você que vai ficar por aqui: confira o melhor da programação de SP entre o dia 26 e o dia 30!

Não vai viajar? Confira as festas de Réveillon 2017 que rolam em São Paulo

Você procura por balada? Algo mais sossegado? Música ao vivo? A programação completa está aqui: