Relembre as baladas que deixam saudade na noite paulistana

Confira 9 baladas que fecharam, mas nunca foram esquecidas

A noite paulistana está em eterna mutação. De uma hora pra outra, casas que amamos fecham e deixam um mar de saudades para todos os seus clientes apaixonados. Pois bem, não conseguimos ignorar o fato de que sentimos muita falta das baladas que ajudaram a formar o nosso caráter, bem como foram responsáveis pela perda da nossa dignidade.

+ Nova casa da Augusta ocupa endereço do extinto Studio SP
+ Babado: antigo Vegas vai virar clube de sexo gay 
+ No espaço da extinta The Society, Le Rêve é o novo clube de SP 
+ Relembre os momentos inesquecíveis do Clube Glória  

Atari

Hipsters e indies da nova geração, vocês podem até se achar descolados, mas vocês não sentiram na pele o que é perder 50% da sua inocência em apenas uma noite. Pois é, se você tem entre 23 e 30 anos, é bem provável que tenha pisado no Atari - o inferninho da Al. Lorena que continha o maior número de RGs falsos por metro quadrado.Sem dúvidas há muita saudade dessa época, e também um pouco de constrangimento. Um motivo para ser inesquecível para muitos é o fato do dark room da casa ter proporcionado a primeira vez de muitas pessoas.

Vegas

Não faz muito tempo que o Vegas cedeu o seu espaço para mais um grande prédio, mas foi um choque para todos quando recebemos a notícia de que as noites intermináveis da casa mais dourada da Augusta estavam com os dias contados. Seja no longe ou no basement, a pista do Vegas sempre foi referência de música boa na cidade, trazendo grandes DJs nacionais e internacionais para animar o fiel público da casa. Um clássico sem dúvidas.

LOV.E 

Não há dúvidas de que a Lov.e dividiu águas na noite paulistana. Sempre pioneira, trouxe o drum’n’bass para a sua pista com Marky, um dos melhores DJs do gênero, bem como teve uma das melhores noites de funk carioca da cidade com residência de DJ Malrboro. No meio termo entre o mainstream e o underground, a casa não se rendia apenas aos hits do momento e apostava em tendências como o tecno e o house, e é claro que era um sucesso. Infelizmente a expectativa de vida de uma casa noturna em São Paulo é curta, o Lov.e durou apenas 10 anos, mas muito bem vividos.

Fabbrica 5

Uma balada que tinha como sócios o apresentador Gugu Liberato e o astro Miguel Falabella só podia ser polêmica, ainda mais por se tratar de uma balada que tinha pizzaria, karaokê, salão de beleza, e acredite, um programa de TV. Transmitido pela TV Gazeta e apresentado por Klaus Ebone, outro sócio da casa que residia no bairro da Mooca. O tempo passou, a casa fechou e a antiga fábrica dos Lenços Presidente está abandonada. Há alguns anos atrás rolou no espaço um dos maiores golpes da história do rock paulistano, quando o produtor do Independet Fest 2 simplesmente desapareceu, deixando na mão bandas como Fresno, Hateen e NxZero, que na época ainda eram independentes.

Rose Bom Bom

Se houve uma casa que direcionou gerações por anos, essa balada foi o Rose Bom Bom. Desde o rock , que era representado por shows ao vivo de bandas como Titãs, Ira!, e Ultrage a Rigor, que se acotovelavam para tocar no pequeno palco,  até as noite de house e hiphop e por fim as noites de funk  carioca, a casa sempre se manteve forte como referência de diversão e boa música. Uma das coisas mais divertidas da casa era ficar até a casa fechar, quando era servido um delicioso café da manhã.

Sonique

Instalada na Bela Cintra, ao lado da Funhouse e a dois passos da Augusta, o Sonique foi esquenta, balada e after para mundo frito de plantão. Com ambiente escuro, sofás e pistinha, a casa atraia tanto fãs quanto curiosos. Muita gente começava a noite no Bar, e então seguia para o rolê. Outros, preferiam curtir o som - predominantemente pop - ali mesmo. As discotecagens com vinil e as festão com apagão são as que deixam mais saudades. Faz falta também pelo fato de ser, além de barato, um rolê coringa: para dançar, beber, conversar ou até dar aquela esticada nos sofás.

Bar do Netão 

O que dizer do Netão, que considero pacas? Sempre lotado, o bar era um dos rolês mais disputados do Baixo Augusta. A atmosfera era de inferninho, a pista era minúscula e no subsolo. O som, sempre descolado, variava entre pop, eletro, relíquias, rock e etc, etc, etc. Muito frequentada por gays, a casa atraia também por não cobrar a entrada. Assim, dava para curtir um som e depois fumar e tomar uma cerveja na porta sem nenhum problema. 

The Society 

Rolê certo do público gay em São Paulo, a The Society era ponto de encontro para grandes festas regadas a muita música eletrônica. O casarão na Marquês de Paranaguá era outro que vivia lotado. A decoração era inspirada na realeza francesa, com cortinas de veludo, tapete, lustres e quadros. O drink The Society - com champagne, suco de laranja e tabasco - também deixa saudades. 


Studio SP  

Após oito anos de atividade, o saudoso Studio SP fechou as portar para dar lugar a uma nova balada. A casa foi responsável por projetar muitos nomes da música independente, já que Alê Youssef focava a programação nessa vertente. Céu, Tiê, Copacabana Club e Vanguart, só para citar alguns, já passaram por lá. O espaço dará lugar a uma nova casa, a Da Leoni, que promete seguir com o mesmo esquema de programação.

Gloria   

Ah o Clube Glória, a casa da badalação, criadora do carão e trendsetter oficial do começo dos anos 2000 em São Paulo. Só quem já tropeçou pelas escadas regadas à drink, bateu cabelo na pista espelhada e se apertou pra ver algum show sinistro sabe a tristeza que nos deu quando vimos a casa lacrada. Ela foi oficialmente fechada, dando lugar ao Templo Club, que reformou a igrejinha e promete arrasar com festas fetichistas. É claro que não chega aos pés dos velhos tempos, tanto que a nova casa até já colocou na programação a festa "Saudades Glória". 

Atualizado em 20 Mai 2014.

Por Rodrigo Guarizo (atualizado por Ricardo Archilha)
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Não vai viajar? Confira as festas de Réveillon 2017 que rolam em São Paulo

Você procura por balada? Algo mais sossegado? Música ao vivo? A programação completa está aqui:

Festas agitam madrugada de Natal em São Paulo; confira

Uma listinha amiga com todos os rolês imperdíveis do dia 24 de dezembro!

Confira a programação completa dos ensaios das escolas de samba de SP para o Carnaval 2017

Ansioso para o Carnaval? Então não perca os ensaios das escolas de samba - oportunidade única de chegar mais perto dessa folia!

Esquenta para o Carnaval: 6 festas com bloquinhos para antecipar a folia em São Paulo

Ainda podem faltar alguns meses para o Carnaval 2017, mas os ensaios dos blocos carnavalescos já estão acontecendo a todo vapor!

Confira as festas para curtir o feriado prolongado de 15 de novembro em São Paulo

Eaí, partiu beber, cair e levantar? São muitos dias pra farrear!

8 baladas insanas pelo Brasil que você precisa ir pelo menos uma vez na vida

Acha que só na gringa tem aquelas baladas incríveis? Então você precisa conhecer mais das nights do seu país!