Seis regras básicas de como se comportar em um after party

Pois quem se comporta garante outros convites

Você adora sair e se divertir, mas são poucas horas de rolê para você usar, abusar e esgotar as suas energias. Quando a balada acaba, você sempre quer mais e mais.

+ Como fazer um after em sua casa em nove passos
+ Conheça os melhores afters de São Paulo
Dicas infalíveis para uma house party dar certo


Eis que uma alma caridosa leva os sobreviventes do rolê para a sua casa e é iniciado um after. A ideia é boa, festejar é uma delícia, mas você nunca foi em um e não sabe se comportar. Bem, pera lá, não recuse o convite, o ObaOba listou algumas regrinhas básicas para você não fazer feio e ser convidado para o próximo. Saca só:

1 – Siga as regras da casa

Bom, antes de seguir qualquer passo que a gente indicar daqui pra baixo, é importante que você saiba as regras da casa que está rolando o after. Desde o limite de barulho, até os cômodos disponíveis para festejar, ouça bem o que o dono disser e boa diversão.

2 – Seja responsável pelos seus atos
Estando na casa de alguém, saiba se comportar. E não falamos de sentar bonitinho e ser um lord, falamos de você não quebrar nada, não subir na mesa, não gritar, não brigar com ninguém... É claro que isso acontece em um after, mas ao menos tente evitar que seja contigo.

3 – Leve sempre algo

Afinal de contas, você não está indo em uma festa open bar. Se o cara já oferece a casa, tenha o pudor de não saquear a geladeira dele. Leve as bebidas, o gelo, os petiscos e faça com que a festa nunca acabe. 

4 – Deixe a casa em bom estado
O  camarada abriu as portas da casa dele para receber você e seus amigos, cabe a você não ser o babaca que vai quebrar as coisas, que vai deixar um monte de lata de cerveja espalhada pela sala, que não vai gorfar no tapete e que não vai ser convidado para o próximo. Lugar de lixo é no lixo, sujou, limpe.

5 – Tome cuidado com o volume

A não ser que o after em questão seja em uma ilha abandonada ou num farol apagado, tenha noção do volume. Geralmente as pessoas têm vizinhos, e esses vizinhos costumam dormir na hora em que você está festejando. Lembrando sempre das regras da casa, procure manter o volume da música e da sua voz  no limite permitido.

6 – Pratique a simpatia
Entrou de gaiato no navio? Relaxa, mesmo. Se você foi convidado, mas não conhece muitas pessoas, tente ser simpático com todos. Converse, coloque um som, prepare um drink e faça com que as pessoas se sintam bem com a sua presença.

7 – Vá embora

A festa acaba quando o dono da casa quer dormir. Portanto, junte os seus trapinhos e dê linha na pipa ao ver os sinais de sono afetarem o anfitrião.

Se a festa acaba e a casa se mantém em ordem, o cara que sediou esse after vai se sentir bem em fazer esse pós-party mais vezes. Se você se comportou bem, saiba que será convidado novamente. É simples. Boa sorte! 

Atualizado em 4 Jul 2013.

Por Rodrigo Guarizo
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

São Paulo terá bloco de Carnaval "geek" na região dos Jardins no feriado

A folia, promovida pela loja ToyShow, conta com a escola de samba do pessoal do Hermes e Renato e dos youtubers Irmãos Piologo como atrações

Shows gratuitos agitam o Largo da Batata e o Vale do Anhangabaú durante o Carnaval em SP

Paralamas do Sucesso, Céu e Elza Soares são algumas das grandes atrações dos palcos no centro de SP

Festa gratuita reúne seis blocos de Carnaval de rua na região central de São Paulo

O evento traz os blocos Esfarrapados, Bloco 77 - Os Originais do Punk, Pagu, Nóis Trupica Mais Não Cai, Bloco Fuzuê SP e Ritaleena à Praça do Patriarca, dia 11 de março.

Budweiser ocupa local inédito em São Paulo com festas, programação esportiva e gastronômica

O projeto começa a partir do dia 5 de fevereiro e traz eventos badalados para o público

Do eletrônico ao pop e rock: 10 festas que prometem agitar a véspera de feriado em SP

Baladas promovem programação especial na véspera do feriado de aniversário de São Paulo

Do punk ao pagode: conheça 13 blocos diferentões que vão desfilar no Carnaval de rua 2017 em SP

Tem bloco de Carnaval para todos os gostos: de pagode, de eletrônico, de sertanejo e até bloco punk!