SP na Rua traz festas itinerantes para o centro de São Paulo

Confira a programação completa das festas organizadas pelos coletivos atuantes da cidade

O encontro de coletivos batizado de SP na Rua, que aconteceria no dia 25 de janeiro e foi cancelado, já tem uma nova data para acontecer: vai ser nesse sábado, 8 de fevereiro, a partir das 22h. O evento, organizado por diversos coletivos atuantes na cidade, acontecerá nas imediação do Centro, entre as Ruas São Bento, Álvares Penteado e XV de novembro.

+ Shows no aniversário de São Paulo 2014
+ Conhecendo São Paulo de metrô: os principais pontos turísticos das estações
+ Relembre as baladas que deixam saudade na noite paulistana

Os coletivos se encontram no centro antigo para uma contemplação lúdica de ruas e lugares históricos. Durante toda madrugada até o sol raiar, serão várias pistas de dança ao ar livre, além de palestras, instalações e intervenções artísticas. Tudo isso na faixa.

Entre os coletivos presentes estão: Barulho.org, Calefação Tropicaos, Carlos Capslock, Dubversão Sistema de Som, Estúdio Lâmina na Rua, Free Beats, Hedonist International, Laço, Liquidação, Matilha Cultural, Metanol, Nelson Triunfo, Organismo Piknik, Pilantragi, Prato do Dia, Selvagem, Vaca da Galaxia, Venga Venga, Voodoohop e Ônibus Hacker.

Confira a programação completa:


Rua Direita

Na rua Direita, vai rolar festa do coletivo Barulho.org. É um grupo que há mais de dez anos promove intervenções urbanas com o intuito de dar visibilidade a multiplicidade sonora com projeções, performances e tudo mais que possa ser inventando na hora com intuito de ressignificar e redimensionar o espaço público, trazendo a livre expressão para as ruas.

Line up: DJ PG, Vermes do Limbo, Roots Rock Revolution, Cleber Nisek, Gondim, Marcio Black, Amadeu Zoe, Bruno Gola, Mariana Cavalcante, Jorge Kuriki e Lilo Casalderrey.

Frente CCBB - Rua da Quitanda com Rua Penteado Selvagem

Na frente do CCBB, vão rolar festas de dois coletivos:

Selvagem é o nome da dupla formada pelos DJs Millos Kaiser e Trepanado no final de 2011 e também da festa produzida por eles. Ela acontece um domingo por mês na Praça Dom José Gaspar, no centro de São Paulo, e em versões noturnas em outros locais e cidades.

Line up: Millos Kaiser & Trepanado.

Calefação Tropicaos são reuniões festivas para a celebração da cultura popular brasileira e todos os doces rios que enriquecem essa cultura, vindas da África e da América Central. O clima é de feira LIVRE de rua, onde comida, comércio e arte se misturam. Nela predominam o forró, maxixe, côco de roda e a MPB ganha um novo significado: MÚSICA PSICODÉLICA BRASILEIRA.

Line up: R Vincenzo, Samuca, Pita Uchôa, Carol Mali e Abud.


Esquina Rua 3 de Dezembro e 15 de Novembro

A festa de Carlos Capslock vai rolar na esquina da Rua 3 de dezembro com a 15 de novembro. O coletivo funciona como uma intervenção cultural que brinca com temas importantes e problemas sociais usando a subversão de ideias para passar mensagens ao público.

Line up: Paulo Tessuto.

Rua Quintino de Bocaiúva

Dubversão Sistema de Som, ativo desde 2001, é o primeiro sound system da região Sudoeste do país a seguir fielmente o formato original jamaicano, com paredes de equipamento próprio e trabalho contínuo de bailes abertos nos mais diversos pontos da cidade, priorizando as periferias.

Line up: Yellow-P.

Avenida São João

Estúdio Lâmina na Rua vai apresentar um resumo dos artistas que já se apresentaram na galeria café do estúdio e no palco Lâmina. Reúne não só bandas autorais que vivem no centro de São Paulo e fora dela, como também, circo contemporâneo, intervenções artísticas e discotecagem.

Line up: Sexy Groove, Mãos ao Alto, Mescaline Duo, Picanha de Chernobill, Os Pontas, Lar Doce Lar, Andróides Androgénos e Robô Tenso.

Rua José Bonifácio com Senador Paulo Egídio

Free Beats Freestyle é inspirada pela cultura do Sound System Jamaicanos e por festas como o Nothing Festival em UK. O projeto cultural gratuito Free Beats tem a assinatura de Mauro Farina e Caio Fazolin, avança neste cenário com propostas sonoras libertadoras, lugares inusitados e muita cultura e entretenimento gratuito para o publico.

Praça do Patriarca

Ônibus Hacker é um laboratório sobre quatro rodas no qual hackers embarcam por um desejo comum: ocupar cidades brasileiras com ações políticas. Por política, entendemos toda apropriação tecnológica, toda gambiarra, todo questionamento e exercício de direitos.

Line up: Belasco.


Hedonist International conta com um espaço intitulado Culture Jamming para falas e palestras/workshops durante a noite do dia 25 de janeiro. Entrar em contato com Monty Cantsin (Hedonist International, Berlin): sp460@hedonist-international.org.

LAÇO é um ambiente de trocas e experimentações, além de uma plataforma para a divulgação de propostas artísticas. A LAÇO acontece em mídias virtuais, através da LAÇO TV (vimeo.com/festalaco), e através de eventos físicos. Para este formato, um espaço é construído pela organização em diálogo com diversos artistas/propostas.

Line up: Bruno Nogueira, Márcio Vermelho, Daniel Scandurra, Lilian Fontenla e Lucas Schilosinski, Priscilla Cesarino, Danilo Barros e Mariana Rizzo.

Rua 15 de Novembro

Liquidação é uma festa freestyle, onde acontece intervenções dos mais variados campos artísticos. Com a finalidade de valorizar novos performance, musicos e DJs.

Line up: Volatille Ferreira, Caroline Barrueco, Vitor e Marc, Elliot Fouchy, Nicolas e Ernesto.

Vaca da Galaxia é uma festa organizada pelo Coletivo Yopará há três anos. A festa que acontece na rua e visa a integração de transeuntes com os integrantes do Coletivo para celebrar de forma lúdica o encontro com muita música (DJ), instalações artísticas, performances e principalmente fundamentar mais um ponto de humanização e cidadania na metrópole.

Line up: Amandy Loba Poeta, Mbyjá González, Bettto Kapettta, Poeta Zé Moreira e Rogério Oliveira.

Esquina Rua 15 de Novembro com Rua Tesouro e Manoel da Nobrega

Matilha Cultural é um centro cultural independente e sem fins lucrativos localizado na região central de São Paulo. Fruto do ideal de um coletivo formado por profissionais de diferentes áreas, o espaço Matilha é preparado para apoiar e divulgar produções culturais e iniciativas sócio-ambientais do Brasil e do mundo. A programação pública da Matilha é gratuita ou a preços populares e traz conteúdo de vanguarda, com senso político, sempre acompanhada de debates, palestras e oficinas que consolidam a democratização do conhecimento.

Praça Pacheco Silva

Metanol FM é um coletivo e rádio online independente que eventos com regularidade e participa de ações associadas à vanguarda da música contemporânea, entre elas atividades em espaços públicos, residências artísticas e curadoria de conteúdo. Formada pelos integrantes Akin, MJP, Oh! Mussi, Seixlack, Soul One, U-rso e Vekr, a Metanol tem como principal objetivo divulgar e disseminar sonoridades do universo da eletrônica.

São Bento

Nelson Triunfo é um dançarino de breaking e ativista social brasileiro, tendo ganhado notoriedade como um dos precursores da cultura hip-hop no país.

Praça Antônio Prado

VENGA, VENGA! é extravagante, neo tropicalista e hedonista, o movimento convida a transcendência, misturando o folclórico com o experimental. Filhos do nomadismo cigano, a sonoridade passa pelas excentricidades do 3° mundo, chegando às subversões das metrópoles. Experiências sensoriais culminando a pista em rituais de brilho, cores e dança.

Line up: Denny & Don.

Pilantragi é um coletivo de fomentação a cultura brasileira criado em 2012 pelo jornalista e produtor Rodrigo Bento. Entre as ações do grupo destaca-se a festa semanal inspirada na música “Não Vem Que Não Tem” de Wilson Simonal, pilar que sustenta e divulga o trabalho de cenógrafos, novos artistas plásticos e urbanos, DJs, músicos, chefs de cozinha, entre outros.

Line up: Rodrigo Bento.

Rua Barão de Paranapiacaba

Coletivo Prato do Dia é formado por amigos DJs, amantes dos discos de vinil e da boa música universal. Tem como referências os sound systems jamaicanos, as equipes de som de bailes black de SP, as blockparty americanas e todos os DJs que fizeram história nas pick-ups. Na seleção musical, o balanço do reggae, a malemolência da música brasileira, e demais 'grooves' pra fazer a pista dançar.

Line up: DJ Julião Pimenta Mr. Raúnas.

Largo do Café

VOODOOHOP é um coletivo artístico que explode em festa! Itinerante, a festa funciona como um cabaret improvisado e imprevisível de música, performances, projeções, live painting com clima hedonista e psicodélico.

Atualizado em 5 Mar 2014.

Por Leonardo Paladino
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Não vai viajar? Confira as festas de Réveillon 2017 que rolam em São Paulo

Você procura por balada? Algo mais sossegado? Música ao vivo? A programação completa está aqui:

Festas agitam madrugada de Natal em São Paulo; confira

Uma listinha amiga com todos os rolês imperdíveis do dia 24 de dezembro!

Confira a programação completa dos ensaios das escolas de samba de SP para o Carnaval 2017

Ansioso para o Carnaval? Então não perca os ensaios das escolas de samba - oportunidade única de chegar mais perto dessa folia!

Esquenta para o Carnaval: 6 festas com bloquinhos para antecipar a folia em São Paulo

Ainda podem faltar alguns meses para o Carnaval 2017, mas os ensaios dos blocos carnavalescos já estão acontecendo a todo vapor!

Confira as festas para curtir o feriado prolongado de 15 de novembro em São Paulo

Eaí, partiu beber, cair e levantar? São muitos dias pra farrear!

8 baladas insanas pelo Brasil que você precisa ir pelo menos uma vez na vida

Acha que só na gringa tem aquelas baladas incríveis? Então você precisa conhecer mais das nights do seu país!