Sexo: Pulando a cerca

"Comemorando" o Dia do Amante, saiba como dar uma escapadinha

(Créditos: B2M Productions)
Quando se fala em amante, a definição original da palavra é a última coisa que vem à mente. Aquele que ama, o apaixonado por algo ou alguém, é sempre esquecido. No lugar, vem o famosíssimo "o outro", protagonista e coadjuvante de diversas histórias de relacionamento. E este dia 22 de setembro marca a homenagem justamente ao maior causador de discórdia dos casais. Hoje é o dia do amante.

Leia mais:
>> Sexo: Grupo Satyros revive a perversão de Sade
>> Sexo: A Erótika Fair está de volta!
>> Especial Dia do Solteiro
>> Especial Dia do Amigo
>> Dia do Orgulho Nerd

Traição é um tema delicado, há quem diga que é um erro imperdoável. Outros preferem contornar a situação, dizendo que são coisas que acontecem. Mas algo que ninguém pode negar é que destes casos surgem muitas histórias picantes, polêmicas e até mesmo engraçadas. Dependendo do ponto de vista, seu par pode ser o amante, o infiel ou o corno. Mas isto nem sempre é uma regra.

Veja também:
>> Fotos da primeira edição da Erotika Fair 2009
>> Quer ganhar vips de motéis para ir com seu amante? Clique aqui e participe do Quiz do Guia NoMotel!

A estudante Vanessa* de 18 anos estava em crise com o namorado, tendo discussões demais e até já conversavam de terminar, "Mas ele sempre falava que a gente ainda namorava. E eu acreditava". Pensando no futuro do conturbado relacionamento, a jovem ia para baladas e nunca ficava com ninguém.

Certa vez, no meio de uma festa, a Vanessa descobriu que este comportamento não se repetia com o seu namorado. "Ele tinha me traído. Não só uma vez e com a ex-namorada dele", conta. Ele levava a ex para a casa de um tio que estava viajando e aprontava todas. Depois ia encontrar Vanessa como se nada tivesse acontecido. Quando ela descobriu tudo, não perdeu tempo e ficou com um cara naquela mesma festa. Assim que o namorado soube, conversou com ela e ficou inconformado com o que havia acontecido. "No dia seguinte, ele apareceu com um braço engessado, dizendo que tinha tentado se matar", conta ela aos risos.

O caso da Marcela* de 21 anos, foi ainda mais complicado; ela foi a outra. Mas sem saber! "Eu fiquei durante dois meses com um cara, passávamos vários dias juntos", conta ela, "Quando chegou o dia dos namorados, ele sumiu". Já que os dois não namoravam mesmo, ela não falou nada e não recebeu nenhuma justificativa. Mas certo dia recebeu um recado no Orkut da namorada do casinho, perguntando de uma foto que tinha no álbum dele. Marcela explicou que os dois eram amigos e que saíam juntos. Foi o bastante para levar a traída aos prantos. "Eu não falei mais com ele, mas sei que os dois estão juntos", explica.

Mas nem sempre o homem é o infiel da história. O estudante Eduardo* de 19 anos conheceu uma amiga do seu irmão. "Ela namorava um cara, mas só falava que ele era um escroto e que sentia muita vontade de trai-lo. Óbvio que tinha coisa". Na época, Eduardo estava no último ano do Ensino Médio e tinha uma espécie de exposição que ocupava o colégio inteiro. Ele ficou responsável por montar uma apresentação na sala de judô, que tinha um banheiro usado pelos alunos durante as aulas. Como era só para apresentação, ele e os amigos fecharam a entrada com o material usado na exposição.

"Já estava tudo terminando e o pessoal já tinha ido embora, mas eu fiquei sozinho terminando de arrumar tudo. Ela apareceu, me deu um abraço e começou a conversar comigo, contando que o namorado estava viajando", conta ele, "Na hora eu senti que alguém ia ser corno". E foi o que aconteceu. A garota se fez de desentendida e perguntou onde estava o banheiro, escondido pela apresentação. Eduardo a levou para ver a porta escondida e usou o local para ficar com ela. O caso ainda continuou durante algum tempo. Numa das vezes, os dois foram surpreendidos na casa da garota por uma ligação do namorado. "A menina com uma mão no celular, falando que amava ele e a outra... enfim, as coisas de ser amante".

Como trair?
Existe uma arte na traição bem feita. Um método a ser seguido para você se divertir e não se dar mal. O publicitário Marcos* se considera um especialista nessa área e concordou em dar algumas dicas. "Existem dois tipos de pessoa no mundo: as que já traíram e as que vão trair", explica. Significa que em qualquer relacionamento alguma parte será infiel? "Não necessariamente. Se a pessoa já traiu alguma vez, pode passar o resto da vida sem trair de novo. Mas se ela sempre foi fiel, vai escorregar alguma hora", conclui. Mas é impossível deixar de perguntar se a regra funciona para os dois lados. Como Marcos reagiria se fosse ele o traído? Rindo, ele diz que se a traição for bem feita, ele nunca saberá. "O que os olhos não vêem, o coração não sente".

O amante em série chega ao ponto de ter um pequeno guia de mandamentos na hora de se aventurar na traição. Seja ele o infiel ou o amante, ele respeita algumas regras de "etiqueta". "E vale para homem e para mulher, é só saber usar", explica.

1) "Traição é fast-food"
"Ninguém vive de lanche", explica o professor Marcos. Segundo ele, alguém comprometido ou uma traição é algo que deve ser esporádico e sem continuidade. Se for para manter alguma coisa duradoura, é melhor terminar o relacionamento atual ou terminar o caso. Caso contrário, o mais provável é que você se dê mal.

2) "Era digital não é um problema"
Recado suspeito no site de relacionamentos? Nada de deletar. Mostre como você é "sincero". "É melhor inventar uma desculpa e deixar outra pessoa como vilã da história, para você ser o bom moço. Deletar um recado é praticamente admitir culpa".

3) "Amante é cúmplice"
"Se for para trair, a amante tem que saber toda a verdade", explica. Enganar alguém, dizendo que é solteiro, pode te deixar em uma situação delicada mais tarde. Se for para acontecer, você precisa saber que nunca mais vai encontrar a pessoa. "Tipo numa viagem. É a máxima de que ´o que acontece em Vegas, fica em Vegas´".

4) "Nada de se vangloriar"
"Pegou aquela gostosa? Guarda para você". O máximo que vale é contar para os amigos mais próximos, que você sabe que pode confiar tudo. O problema é que esses amigos podem ter algum outro amigo que também são de confiança e assim a notícia pode ir longe.

5) "Namorada de amigo não é cebola"
"Esqueça aquela namorada gata do seu camarada. Se fosse para você pegar, teria sido antes", finaliza ele. É melhor desejar e esperar para, um dia quem sabe, eles terminarem.

Depois de todas estas dicas, tudo pode acontecer. E se você já sabe como fazer e só não sabe onde, o problema já está resolvido. Para começar, participe da promoção Maratona do Sexo do No Motel. Participe do quiz e quem fizer a maior pontuação ganha VIP´s até o final do ano nos melhores motéis de São Paulo. Clique aqui e participe!

E se a situação for um pouco mais urgente, não tem problema. Confira uma lista de motéis com desconto para você aproveitar bem a sua escapadinha. É só escolher a sua região!

>> Descontos de motel em São Paulo
>> Descontos de motel no Interior SP
>> Descontos de motel no Rio de Janeiro
>> Descontos de motel no Rio Grande do Sul
>> Descontos de motel em Minas Gerais
>> Descontos de motel no Paraná
>> Descontos de motel em Santa Catarina
>> Descontos de motel no Nordeste
>> Descontos de motel pelo Brasil

*Nomes fictícios para preservar a identidade dos entrevistados

Comentários