Top 10 músicas para seu fim de namoro

Porque superar é viver!

 Terminar um relacionamento pode ser uma experiência bastante traumatizante. Há quem muito chore, quem não dê o braço a torcer, quem se humilhe, quem seja humilhado, quem leve numa boa, quem supere, quem se arrependa...no fim, os egos estão sempre feridos e trilha sonora para isso é o que não falta!

Inspirados pela música “Fuck You”, do Cee-Lo Green, que virou febre no Youtube nas últimas semanas, a Time fez uma lista com dez trilhas que são a cara do fim de namoro. Não poderia faltar “You Oughta Know”, da Alanis (ou qualquer outra música dela), “I Will Survive”, da Gloria Gaynor, entre outras.
Veja a lista abaixo e se segure, afinal superar é viver!
 
Fuck You – Cee-Lo Green


You Oughta Know – Alanis Morrissete


Go Your Onw Way – Fleetwood Mac


Tyrone – Erykah Badu


I Will Survive – Gloria Gaynor


Song for the Dumped – Ben Folds Five


These Boots are Made for Walkin’ – Nancy Sinatra


Run For Your Life – Beatles


Ring the Alarm – Beyoncé


Don’t Think Twice, It’s Alright – Bob Dylan

Atualizado em 20 Mai 2014.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

14 rolês noturnos que todo paulistano precisa fazer pelo menos uma vez na vida

Experimentar a sala Drive-In da Caixa Belas Artes, cantar em um karaokê da Liberdade, aproveitar um happy hour na Vila Madá e por aí vai

8 produtos que vão te ajudar a fazer seu próprio spa day em casa

Pra um dia relaxante e cheio de cuidadinhos especiais, coisa que todos nós merecemos

10 fantasias do Carnaval 2017 que provam que o melhor do Brasil realmente é o brasileiro

Quanta criatividade, né gente?!

Mais de 16 produtos hilários que você vai querer comprar para o seu animal de estimação

Aquele agradinho que seu catioríneo, gatíneo ou qualquer que seja o animalzíneo merece!

7 dicas preciosas pra não entrar pra estatística do "fui roubado" neste Carnaval

Boas gambiarras pra não perder, além da dignidade, seus bens materiais

10 espaços urbanos que foram transformados em áreas de lazer em SP

São Paulo está cada vez mais sendo "ocupada" com esse propósito - e as festas e pontos de encontro passam a ser na rua!