Filme estrelado por Nasi é premiado no Canadá

Ex- Ira!, protagonista de Sem Fio, fala sobre experiência no cinema

Lançado em novembro passado, Sem Fio é um filme cheio de estreias. Foi o primeiro filme do diretor Tiaraju Aronovich, a primeira atuação do músico Nasi e acaba de ser premiado pelo Canada International Film Festival 2010, em "Excelência Cinematográfica", prêmio que será entregue em março, quando acontece o festival, em Vancouver. "Quando o filme foi ganhando forma, sabíamos que tinha a possibilidade de ir para grandes festivais, participou de alguns pelo Brasil (Rio de Janeiro, Salvador e 33ª Mostra Internacional de Cinema - SP) e apesar de não ganhar nenhum, foi muito bem falado. Agora vai começar a ser visto internacionalmente e isso é muito bacana", comenta Nasi, protagonista do filme.

Clique aqui e veja o trailer de Sem Fio

Sem Fio conta histórias de jovens que cresceram entre os anos 1990 e 2000. Nasi encarna Castro, um viciado em cocaína que mente compulsivamente e tem prazer em espancar sua mulher. "Na parte das drogas, como alguém que viveu assim até 1997, eu nem precisei de laboratório", conta Nasi. O diretor procurava um "não-ator", alguém com o estereótipo do roqueiro polêmico - tanto que o primeiro nome cogitado para o papel foi Lobão. Quando o filme começou a ser gravado, em 2007, Nasi passava por um momento difícil com o fim do Ira!: "A raiva que eu tinha com essa situação foi toda jogada no personagem, foi até terapêutico fazê-lo", revela. "Esse trabalho também foi importante, pois mesmo em um período turbulento, consegui fazer um projeto artístico e profissional". Mas o músico não se baseou só na vida real. "Também me inspirei em Amores Brutos e no personagem de Benicio Del Toro em Babel".

Leia mais
>> Mostra de cinema de SP tem recorde de inscrições
>> Cinema: Documentário revela Herbert Vianna
>> Documentário sobre Titãs estreia nesta sexta

Depois dessa experiência, o ex-Ira! diz que foi "o ator certo, com o diretor certo, no momento exato", mas também deixa claro que seu negócio é música mesmo: "eu sou um cantor, um band leader, mas se rolar afinidade com algum outro personagem ou diretor, vou ter o maior prazer em atuar". E a sintonia com Tiaraju é tanta que ele acaba de dirigir o DVD ao vivo do cantor e já o convidou para atuar em seu próximo filme. "Ainda não assinei nada, mas já disse a ele que aceito. A única coisa que sei por enquanto é que o filme será sobre o crime do Bar Bodega que aconteceu em 1996". Em um assalto ao bar, no bairro de Moema, duas pessoas foram assassinadas. A polícia logo conseguiu as confissões de sete jovens negros da periferia e a imprensa deu o caso por encerrado. Mas um promotor reabriu as investigações e descobriu que as confissões haviam sido obtidas sob tortura. A imprensa não deu o braço a torcer e persistiu na tese que culpava os rapazes. Essa postura, defende o jornalista Carlos Dorneles no livro Bar Bodega - Um crime de imprensa, criou "histeria coletiva e balizou preconceitos".

De 2007 para cá, quando Nasi gravou o filme e se separou do Ira!, a vida mudou ligeiramente: "Sou um pouco mais ocupado hoje em dia". Ele tem sua carreira solo, faz shows, acabou de gravar um DVD (que deve ser lançado em abril) e ainda participa do Bola na Rede, da Rede TV, além de outros trabalhos. "Hoje tenho tempo para me dedicar a projetos bacanas como esses ou até para tirar férias ou tirar um domingo para descansar. Sem dúvida sou uma pessoa mais feliz!", diz. Nesse DVD, são 18 músicas, entre inéditas, faixas-solo e releituras de Ira!, Cazuza, Fred Zero Quatro. De acordo com ele, "está ficando super legal". Se para ele o Ira! tinha virado um "empregão" burocrático, agora está tudo indo muito bem, obrigado!

Atualizado em 20 Mai 2014.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

15 curiosidades sobre "3%", primeira produção totalmente brasileira da Netflix, que vão te deixar com vontade de assistir à série

O seriado estreou na última sexta-feira, 25 de novembro

7 motivos empolgantes para não perder a Comic Con 2016

O evento geek acontece de 1 a 4 de dezembro no São Paulo Expo

11 filmes da Netflix para se desidratar de tanto chorar

Prepare o seu chocolate e sua caixa de lenços

7 séries de demônios e espíritos do mal para assistir morrendo de medo

Seriados que misturam terror, suspense e possessão! Quem gosta?

20 séries que estreiam na Netflix em 2017

Novas temporadas, histórias, muita Marvel e motivos pra ficar em casa curtindo o serviço de streaming

7 séries que marcaram a adolescência dos anos 90 e que você pode rever na Netflix

Muitas e muitas temporadas para você assistir e relembrar! <3