Melhores filmes dos países da América do Norte e Central da Copa do Mundo de 2014

Confira um filme para cada país que representa as Américas do Norte e Central na Copa do Mundo 2014

Copa do Mundo está chegando, e nada melhor para saber um pouco mais sobre os países participantes do que conhecer o seu cinema. Por isso, o ObaOba continua a série de matérias indicando um filme para cada país que jogará na Copa. Então, se liga nos filmes que selecionamos para os EUA, Costa Rica, Honduras e México. 

Confira o especial da Copa do Mundo no Portal ObaOba
+ Melhores filmes dos países da América do Sul da Copa do Mundo de 2014
Volta ao mundo em 15 filmes 

EUA

Como o cinema americano é muito vasto, resolvemos listar 10 dos maiores cineastas do país, e seus respectivos clássicos. Lá vai: 

Cidadão Kane
(dir. Orson Welles, 1941, drama)

Um dos cineastas mais cultuados de todos os tempos, Orson Welles é o nome por trás de "Cidadão Kane", 1941, que lidera muitas listas dos melhores filmes de todos os tempos. Inspirado na vida do milionário William Randolph Hearst, o longa conta a ascensão de um mito da imprensa americana, de garoto pobre do interior a magnata de um império dos meios de comunicação. Com uma filmografia que ultrapassa a casa dos 40 títulos, não podemos esquecer de outros clássicos de Welels, como "A Marca da Maldade", 1958, e "O Processo", 1962. 

Cidadão Kane

2001 -  Uma Odisseia no Espaço
(dir. Stanley Kubrick, 1968, sci-fi) 

O mítico Stanley Kubrick é o responsável por "2001 - Uma Odisséia do Espaço", 1968, um dos filmes mais revolucionários quando o assunto é ficção científica. Seu sucesso também é justificado por clássicos como "Laranja Mecânica", 1971, e "O Iluminado", 1980. Não deixe de conferir títulos mais antigos de sua carreira, como o ótimo "O Grande Golpe", 1956. 

2001 Uma Odisseia no Espaço

Pulp Fiction 
(dir. Quentin Tarantino, 1994, crime)  

Com um cinema mais mainstream, porém não menos revolucionário, Quentin Tarantino não poderia ficar de fora. Um dos cineastas mais importantes para a cultura pop, também não deixa de impressionar a crítica. "Kill Bill", 2003, ou o mais recente "Django Livre", 2012, são exemplos da sua ótima filmografia, entretanto, "Pulp Fiction", 1994, sempre será o seu grande clássico. Não podemos esquecer também do seu lado mais trash; "À Prova de Morte", é um ótimo exemplo. 

Pulp Fiction

Noivo Neurótico, Noiva Nervosa
(dir. Woody Allen, 1977, comédia) 

Com quase 50 filmes no currículo, Wood Allen é um cara que não gosta de ficar parado. Indicado 19 vezes ao Oscar, levou três vezes o prêmio para a casa: melhor roteiro original para "Meia-Noite em Paris", em 2011, e o mesmo para "Hannah e Suas Irmãs", em 1987 e "Noivo Neurótico, Noia Nervosa", em 1978, ano em que também faturou a estatueta de melhor diretor, é por isso que esse grande filme foi o escolhido para a nossa retrospectiva. 

Annie Hall

Cidade dos Sonhos
(dir. David Lynch, 2011, thriller)

Diretor, roteirista, produtor, artista visual, ator, músico... David Lynch é um cara foda. Conhecido por filmes surrealistas, ele desenvolveu um estilo cinematográfico próprio: o Lynchiano. Tá bom para você? "Cidade dos Sonhos", 2001, é um de seus filmes mais conhecidos, junto com "Veludo Azul", 1986, e "Eraserhead", 1977. Agora, se quer ir a fundo na obra do cara, não deixe de procurar sobre a sua carreira como cantor, e conferir séries, como a ótima "Twin Peaks"

Cidade dos Sonhos

Taxi Driver 
(dir. Martin Scorsese, 1976, crime)

Conhecido pelos seus trabalhos mais violentos e de forte cunho psicológico, Martin Scorsese mostrou com "O Lobo de Wall Street", 2013, e "A Invenção de Hugo Cabret", 2011, que sabe nadar por outros mares. Apesar da grande repercussão que esses últimos tiveram nos últimos anos, os grandes clássicos de sua carreira continuam sendo "Gangues de Nova York", 2000, e "Taxi Driver", 1976. 

Taxi Driver

Gran Torino
(dir. Clint Eastwood, 2008, drama)

Clint Eastwood começou a sua carreira com clássicos faroestes spaghetti e, hoje, sua sensibilidade atrás das câmeras continua inegável. Uma lenda viva, ainda escreve, dirige e atua em seus filmes. "Gran Torino", 2008, é um bom exemplo, mas os filmes das antigas, como "Por uns Dólares a Mais", 1965, são imperdíveis.

Gran Torino

Edward Mãos de Tesoura
(dir. Tim Burton, 1990, fantasia)

Mestre do dark fantástico, o cinema de Tim Burton transita entre o universo infantil e o adulto, sempre bebendo na fonte de autores como Edgar Allan Poe e Lord Byron. Johnny Depp e Helena Bonham Carter são figurinhas carimbadas em sua filmografia e filmes como "Edward Mãos de Tesoura", 1990, "A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça", 1999, e "A Noiva Cadáver", 2005, são sempre um dos mais lembrados. 

Edward Mãos de Tesoura

E.T. - O Extraterrestre
(dir. Steven Spielberg, 1982, aventura)

Fazer uma lista sobre o cinema americano e deixar Steven Spielberg de fora é quase que ultrajante. Afinal, "O Resgate do Soldado Ryan", 1998, "A Lista de Schindler", 1993, e "Jurassic Park", 1993, são grandes filmes da história do cinema. Aqui, resolvemos relembrar o clássico "E.T. - O Extraterrestre", 1982. 

E.T. - O Extraterrestre

O Poderoso Chefão
(dir. Francis Ford Coppola, 1972, drama)

Por último, porém não menos importande, o mestre Francis Ford Coppola. A sua trilogia "O Poderoso Chefão", 1972, e o mítico "Apocalypse Now", 1979, são apenas alguns exemplos dessa importante filmografia. Seus trabalhos mais recentes, como "Tetro", 2009, também não podem deixar de ser conferidos. 

O Poderoso Chefão

COSTA RICA

Do Amor e Outros Demônios 
(dir. Hilda Hidalgo, 2009, drama) 

É um desafio entrar em contato com o cinema costarricense, uma vez que ele é pouco divulgado no Brasil. Entretanto quando algum filme chega por aqui, percebemos com facilidade a sua qualidade. É o caso de Hilda Hidalgo, que para o seu primeiro filme, resolver adptar o romance homônimo de Gabriel Garcia Márquez. Imperdível!  


HONDURAS

Honduras – Semente De Liberdade
(dir. Claudia Jardim, 2009, documentário)

Para representar Honduras, optamos por um documentário para mostrar também um pouco da realidade do país. Em Semente de Liberdade, acompanhamos o Golpe que assolou um país em 2009, como também a resistência popular contra os golpistas.  

 

MÉXICO

E A Sua Mãe Também
(dir. Alfonso Cuarón, 2001, drama)

Cinema mexicano é sinônimo de Alfonso Cuarón, que além de um grande diretor, é também um dos poucos cineastas latino-americanos a conquistar Hollywood. Ele levou para casa, este ano, Oscar e Globo de Ouro de melhor diretor para "Gravidade"

Além de filmes como "E A Sua Mãe Também", 2001, Cuarón dirigiu "A Princesinha", 1995 e "Harry Potter e o Prizioneiro de Azakaban", 2004. 

Gravidade
(dir. Alfonso Cuarón, 2013, drama)

Atualizado em 20 Mai 2014.

Por Ricardo Archilha
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

15 curiosidades sobre "3%", primeira produção totalmente brasileira da Netflix, que vão te deixar com vontade de assistir à série

O seriado estreou na última sexta-feira, 25 de novembro

7 motivos empolgantes para não perder a Comic Con 2016

O evento geek acontece de 1 a 4 de dezembro no São Paulo Expo

11 filmes da Netflix para se desidratar de tanto chorar

Prepare o seu chocolate e sua caixa de lenços

7 séries de demônios e espíritos do mal para assistir morrendo de medo

Seriados que misturam terror, suspense e possessão! Quem gosta?

20 séries que estreiam na Netflix em 2017

Novas temporadas, histórias, muita Marvel e motivos pra ficar em casa curtindo o serviço de streaming

7 séries que marcaram a adolescência dos anos 90 e que você pode rever na Netflix

Muitas e muitas temporadas para você assistir e relembrar! <3