Conheça as baladas mais alternativas de São Paulo

Museus, prédios antigos e espaços públicos estão entre as locações das festas mais alternativas da cidade

Moderninhos de plantão, vêm! Este é o seu guia espiritual das festas mais culturais/originais/alternativas de São Paulo. Cansado de bater cartão no Secreto? Não aguenta mais o carão do Glória? Saiba que esta cidade oferece festas incríveis, feitas por pessoas criativas e de vanguarda. Esqueça qualquer experiência de balada que você tenha vivido e se prepare para transcender com música boa, tinta na cara e roupas bizarras. Bem-vindo ao futuro, onde o preconceito não existe, ficar pelado é normal e ser diferente é uma questão de ser. Se joga! 

+ Baladas GLS: Se liga no roteiro gay que o ObaOba preparou 
+ Guia cult em SP: mais de 15 bares, restaurantes e cafés
+ Lugares hipster em São Paulo

Prepare-se para viajar por cosmos, ver duendes verdes e unicórnios apocalípticos. Voodoohop é transgressão. Em dois anos, a festa se estabeleceu como uma das melhores de São Paulo, tendo o centro como sede e fonte de inspiração. O quartel general fica por conta de um prédio antigo da Avenida São João, a Tracker’s Tower, que é, antes de tudo, um espaço para o encontro artístico de diversas vertentes. Não contente, a festa ainda tem um perfil itinerante, revitalizando áreas abandonadas da cidade e promovendo uma importante expansão cultural. A fórmula inclui estilos musicais dos mais variados, Djs e Vjs mega descolados, performances e até live painting.

A festa é batizada com o nome do personagem Carlos Capslock, um “designer de teclados” que quer “deformar opiniões, banalizar valores, trazer sorrisos e abater urubus”. A história é confusa e a festa também não é muito mais simples. Durante a noite rolam projeções de filmes cults, karaokê, performers e um line-up de DJs babado da cena. O bafo acontece na Tracker’s Tower, onde também rola a Voodoohop e outras festas alternativóides. Dentre as figuras que circulam pela festa, você vai encontrar hipsters, hippies e montados. Não esqueça a sua máscara com a foto do Capslock!

Com o hino “tropicalizemos!”, a turminha por trás da Calefação tem uma proposta bem clara: trazer o movimento da contracultura para o século XXI. Praticamente uma versão atual do Tropicalismo, a festa é autointitulada como “prima-irmã-filha da Voodoohop”, ou seja, é vanguarda pura. Na mão deles, MPB vira Música Psicodélica Brasileira, e antropofagia é um lifestyle. Doidera pura!

Arte, vanguarda e curtição se encontram nesse projeto inspirado em festinhas realizadas na gringa por museus como o MoMa e o Guggenheim. A festa é outra que acontece à tarde, dessa vez no MIS, cujo jardins são uma atração por si só. Na fachada, projeções em vídeo completam o clima criativo. A cada edição, um convidado diferente integra o time da Sunset, deixando a festa com uma cara ainda mais hipster.

 

Novidade no circuito cult de São Paulo, o Terraço Cultural caminha para a sua terceira edição.  Conquistou um seleto grupo de paulistanos moderninhos por ter uma pegada bem original - a festa acontece sempre às tardes de domingo, em um prédio residencial no centro da cidade, no 25º andar, mais precisamente. Com uma das vistas mais bacanas de Sampa, o Terraço é uma ótima pedida para curtir sem perder a linha. É um rolê light e agradável, regado a música boa (brasileira principalmente), cerveja e pessoas interessantes. Ainda rola venda de discos, livros e filmes. Aproveita que ainda não virou mainstream!

Com pouco mais de um ano, os moradores Berimba de Jesus e Marina Caires, fazem da Nossa Casa um espaço alternativo único na cidade de São Paulo, que se ouve poesia e música, se vê performances e enquetes teatrais e que se conhece gente bonita. Nossa Casa é um espaço multifuncional e multicultural, é casa, ateliê, editora independente, um espaço para experimentar a arte em sua multiplicidade. Ou seja, é puro babado. Um lugar onde se celebra a vida com festas temáticas, saraus, jantares, exibição de filmes, eventos que motivam a união dos amigos, tornando um espaço para livre expressão de pensamento e comportamento. Um lugar onde você se sente em casa, e não em uma balada. 

Atualizado em 26 Set 2013.

Por Ricardo Archilha
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

São Paulo ganha casa noturna com vista panorâmica em cobertura de hotel na região dos Jardins

Além de festas, o bar conta com cardápio de petiscos e mais de 20 drinks autorais e clássicos

Baladas com temática Junina para aproveitar o melhor da época em São Paulo

Pra quem gosta de badalar e não quer perder as comidas típicas, músicas e atrações do melhor mês do ano.

Marca de cerveja promove festa com DJs e drinks exclusivos para transmitir a final da Champions League

A The Champions Party vai contar com programação musical e finger foods, além de muita cerveja e chope gelado

Pra badalar! 9 festas e DJs que prometem ser destaque na Virada Cultural

De música brasileira a hip hop e eletrônico, descubra onde o seu rolê preferido vai acontecer

Conhecemos a Doritos Mystery Shop e revelamos todos os mistérios da marca para você

A loja pop-up da marca conta com ambiente descolado e receberá festas gratuitas durante todo o mês de maio

Doritos inaugura loja misteriosa com festas gratuitas durante todo o mês de maio

O Doritos Mistery Shop vai funcionar como uma loja pop-up da marca, recebendo festas às sextas, sábados e domingos, com entrada gratuita