A nova aventura de Ed Motta

Ousadia. Talvez esse termo defina bem as características de Ed Motta ao longo de sua carreira. Ele não pode ser enquadrado em simples rótulos criados pela indústria fonográfica. A diversidade faz parte de sua personalidade e, principalmente, de sua música.

A nova odisséia sonora de Ed Motta se chama Poptical, nome que remete a opitical art (arte da ilusão de ótica), ilustrada pela própria capa do disco (foto), e ao estilo pop. Mas, como de praxe, Ed transcende as fronteiras musicais, aventurando-se por territórios que conhece muito bem. Funk, jazz, samba-jazz, groove e baladas são alguns dos ingredientes presentes no novo trabalho, um verdadeiro caldeirão pop retrofuturista.

É seu primeiro trabalho pela Trama, sua nova gravadora, e seu primeiro disco após o barroco Dwitza, seu último lançamento pela gravadora Universal, predominantemente composto por composições instrumentais jazzísticas. Poptical é mais abrangente. A imprevisibilidade permeia a obra. Há momentos em que parece ser um disco de baladas dos anos 40, mas na faixa seguinte o ouvinte é transportado para o futuro através de grooves espaciais.

As letras das músicas foram escritas por diversos artistas, que tiveram a difícil missão de ilustrar as refinadas melodias do compositor. Nelson Motta, Adriana Calcanhotto, Zélia Duncan e Ronaldo Bastos são alguns dos colaboradores. A nova geração da MPB não foi esquecida por Ed, que também recrutou Jair Oliveira e Seu Jorge como letristas. Este último é o responsável pela letra da música “Tem espaço na Van”, grooveria de primeira linha.

O disco também contou com a participação especial do guitarrista e vocalista Jean Paul “Bluey” Maunick, da banda britânica Incognito, referência do acid-jazz. Bluey, fã confesso de Ed Motta, contribuiu com a letra da música “The Rose that Came to Bloom”, balada executada apenas com piano acústico e voz.

Apreciador de instrumentos antigos, Ed Motta usa e abusa de sintetizadores e pianos de diversas épocas. O tradicional piano Fender Rhodes, o piano elétrico RMI e a bateria eletrônica Univox Rithm Machine, uma das primeiras drum machines da história, são alguns dos brinquedinhos utilizados nas gravações. O disco é um verdadeiro passeio pela evolução dos instrumentos eletroacústicos.

Em Poptical, Ed Motta navegou novamente pelos mares da imprevisibilidade, fundindo, com a classe de sempre, épocas e estilos musicais bem diferentes.

Atualizado em 19 Mai 2014.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

10 hábitos que têm o poder de mudar o seu ano completamente

Uma magia que só hábitos saudáveis podem oferecer

7 livros impressionantes que estão entre os mais vendidos de 2018 e você precisa ler

Ótimas leituras para começar 2019 inspirado nos best sellers que bombaram ano passado

9 livros para começar 2019 com o pé direito

Histórias reais, de suspense, romance e até para melhorar suas finanças durante o ano

Horóscopo 2019: confira as previsões astrológicas de cada signo para o próximo ano

As boas novas, os pontos para ficar atento(a) e as surpresas que vêm por aí

Saiba como plantar cactos coloridos em casa e ter um jardim alegre

Um passo a passo completo para criar um jardim de cactos exóticos

15 livros incríveis e envolventes para quem está afim de uma boa leitura

Obras que vão conquistar o coração até de quem não é muito viciado em livros

Cadastre-se para
NOVIDADES

×
Receba novidades do Oba Oba

Whatsapp Guia da Semana
Receba nossos tópicos mais quentes e notícias fresquinhas em seu Whatsapp

CADASTRE-SE

Notificações em seu PC ou celular
Receba notificações instantâneas com nossos tópicos mais quentes e notícias fresquinhas

CADASTRE-SE

Newsletter do Oba Oba
Dicas semanais para aproveitar o melhor que a cidade tem a oferecer.