O retorno do samba rock

Semana com samba rock de qualidade na cidade maravilhosa. Duas boas atrações do gênero farão shows que devem colocar os cariocas para dançar. A levada suingada do samba rock voltou com tudo ao cenário musical brasileiro, e tem tudo para ficar.

A primeira boa pedida é o show do cantor Bebeto, que comemora seus 25 anos de carreira. Ele faz parte da geração que criou alguns dos clássicos do samba rock, ao lado de nomes como o Trio Mocotó e Jorge Ben Jor, o primeiro músico a tocar a levada cheia de suingue no violão, uma das marcas registradas do gênero. O disco Samba Esquema Novo, dos tempos em que Jorge Ben Jor ainda era conhecido por Jorge Ben, foi um dos primeiros lançamentos do estilo que veio a ser conhecido como samba rock.

Natural do bairro do Brás, em São Paulo, Bebeto mudou para o Rio de Janeiro em 1978, quando começou a tocar nos bailes do subúrbio da capital carioca. Ele passou a ser conhecido com os sucessos A Beleza é Você, Menina e Minha Preta, composições que viraram clássicos do samba rock. No ano 2000, Bebeto lançou o disco Bebeto Ao Vivo (foto), uma coletânea de seus maiores sucesso. Seu mais recente lançamento é o inédito Suinga Brasil, lançado no ano passado.

Bebeto se apresenta na quarta e na quinta (dias 25 e 26/6) no Teatro Rival. O repertório dos shows, uma mistura entre as músicas de seu mais recente trabalho e os maiores sucessos da carreira do músico, que tem cerca de vinte discos no currículo. Davi Moraes deve aparecer para dar uma canja na quinta, dia 26.

Outra opção para quem gosta de samba rock é o projeto Eletrosamba. Idealizado pelo percussionista Wellington Soares e pelo DJ Negralha (O Rappa), o grupo toca versões dançantes de sucessos do samba rock, executados com uma linguagem musical bem moderna. Cesar Belieny (baixo e vocal), Felipe Rodarte (violão) e Waltinho (percussão e vocal) completam a banda que se apresenta todas as quartas na Melt.

Definitivamente, o samba rock está de volta para o mapa MPB. E volta renovado, graças a uma nova geração de músicos que foi contagiada pelo suingue da geração de Jorge Ben & cia.

Atualizado em 19 Mai 2014.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

10 livros autobiograficos incríveis para se inspirar na vida de pessoas maravilhosas

Atores, cantores e personalidades colocam a cara à tapa para contar suas trajetórias pessoais e profissionais

9 contas divertidas para alegrar o seu feed do Instagram

Perfis engraçadinhos, bonitos e até inspiradores para deixar o dia mais leve

9 livros que estão em alta para incluir na sua lista de leitura

De autobiografias a crônicas, poemas e obras que viraram filme

10 presentes diferentes para agradar o mozão no Dia dos Namorados

Pra fazer bem bonito nesta data especial e aumentar a barrinha do amor através de alguns mimos

6 dicas infalíveis para se sair bem na arte de paquerar no Instagram

Já que a rede social está ali disponível e dando bobeira, partiu flertar online

Brilho sustentável: conheça 4 alternativas ecológicas para o uso do glitter no Carnaval

Atenção foliões: saiba como substituir o glitter feito de microplásticos por um que não agrida o meio ambiente!