Filme sobre Bob Marley será produzido por sua viúva

Rita Marley, a viúva da lenda do reggae Bob Marley, anunciu à imprensa que produzirá um filme sobre a vida do astro. Esta será a primeira cinebiografia em homenahem à Bob.

Baseado no livro autobiográfico de Rita "No Woman No Cry: Minha Vida com Bob Marley", a produção deve contar com a cantora de r&b Lauryn Hill, no papel da viúva, e com o neto Stefan, vivendo o cantor quando jovem. A The Weinstein Company, afirmou que o filme será um "romance épico" sobre o legado de Marley e sua vida tumultuada.

A história mostrará a vida do cantor, da infância até sua morte por câncer. Para dar o ar da fidelidade à realidade, boa parte do filme será rodada na Jamaica e contará com trilha sonora original e com alguns covers.

As gravações devem começar no início de 2009, com lançamento previsto para o final do ano. Neste caso, a cinebiografia pode chegar às telonas antes do documentário longa-metragem sobre Bob Marley de Martin Scorsese, marcado para estrear em fevereiro de 2010, quando Bob Marley completaria 65 anos.

Atualizado em 20 Mai 2014.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

28 filmes, séries e documentários que estreiam na Netflix em outubro

'Stranger Things', 'Suburra', 'Criminal Minds', documentário sobre os Beatles e mais

Perturbador, “Esta é a sua morte – o show” estreia nesta quinta, 21

Filme sobre reality show de suicídios questiona se não levamos a cultura do espetáculo longe demais

CCXP 2017: tudo o que você precisa saber sobre o evento mais nerd do ano

Quarta edição da feira acontece entre os dias 7 e 10 de dezembro no São Paulo Expo

10 filmes baseados em quadrinhos que não são de super-heróis

“Atômica”, com Charlize Theron, é baseado na graphic novel “The Coldest City”

Mais de 30 filmes, séries e documentários imperdíveis que estreiam na Netflix em setembro

Vem descobrir quais novidades farão você querer ficar em casa com um balde de pipoca

Do antigo ao tecnológico: conheça 8 cinemas diferentões para conhecer em SP

Desbrave o que há de mais interessante entre as novas e antigas salas da cidade