Ouça 5 músicas de filmes que merecem um Oscar - e uma que já tem

O Guarda-Costas, Um Tira da Pesada, Titanic e outros filmes com trilhas maravilhosa (ou não).

A cerimônia de premiação do Oscar rola nesse domingo, 24 de fevereiro, e dentre as várias categorias, uma em especial nos chama a atenção, a de melhor canção original, que é diferente de melhor trilha sonora. Por exemplo, esse ano o filme 007 – Operação Skyfall  está concorrendo na categoria de melhor trilha sonora porém, não é com a música de mesmo nome da Adele, mas sim com os arranjos de Thomas Newman. A música da cantora também concorre, porém, como melhor canção original. Deu pra sacar a diferença? Mais ou menos? Bem, como gostamos muito de música e alguns desses sucessos dos cinemas nunca saíram das nossas cabeças, selecionamos algumas das canções que fizeram tanto sucesso quanto os seus filmes, ganhando um Oscar ou não. Confira:

 

Celine Dion - My Heart Will Go On (Titanic, 1998)
Se você teve aulas de flauta doce na escola, é bem provável que você saiba tocar “My Heart Will Go On”, da Celine Dion. Do final de 1997 ao começo de 1999, a música esteve presente em todas as rádios, formaturas e casamentos. Hoje em dia ainda é bem frequente em love songs e baús de rádios românticas. Essa é a única música dessa lista que recebeu um Oscar!


Whitney Houston - I Will Always Love You (O Guarda-Costas, 1992)
Whitney já bombava nas paradas musicais quando foi chamada para estrelar O Guarda Costas. E talvez seja esse o fato que levou o filme a fazer sucesso, já que a história não vai muito além do chá com pão tradicional dos contos hollywoodianos – e das novelas mexicanas. A canção, aliás, ficou muito mais famosa do que o filme, tanto que ela é a primeira referência quando o longa é lembrado. Faça o teste!


Roy Orbison – Pretty Woman (Uma Linda Mulher, 1990)
Quem dera se todas as prostitutas tivessem a mesma sorte que Julia Roberts teve em Uma Linda Mulher. Encontrar um cara rico, educado, fino, chique de doer e que ainda se apaixona, não é pra qualquer um. E o cara ainda é o Richard Gere. Isso que é destino. Para acompanhar, uma das mais divertidas canções românticas de todos os tempos, que ficou ainda mais famosa ao ser relacionada no longa.


Peter Cetera - Glory of Love (Karate Kid II, 1987)
Nossas tardes foram loucamente abastecidas por grandes clássicos de Hollywood, isso graças à Sessão da Tarde e ao Cinema em Casa. Bolinho de chuva e leitinho com Toddy acompanharam a nossa educação na frente da TV, evitando as ruas e as confusões que até Deus duvida. Mas caso essas confusões viessem a acontecer, aprendemos alguns golpes com filmes como Karate Kid. Estamos falando do golpe da garça. Mas esse golpe não dá certo sem a trilha sonora certa. Glory of Love, do Peter Cetera.


Glenn Frey – Heat is On (Um Tira da Pesada, 1984)
Bem, essa música é um clássico, o filme também, mas só foi selecionada nessa lista pois ambos mereciam receber um Oscar, ou dois. E também porque não poderíamos perder a oportunidade de mostrar ao mundo o nome dessa música que sempre ficou presa em nossas mentes. 

Atualizado em 20 Mai 2014.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

28 filmes, séries e documentários que estreiam na Netflix em outubro

'Stranger Things', 'Suburra', 'Criminal Minds', documentário sobre os Beatles e mais

Perturbador, “Esta é a sua morte – o show” estreia nesta quinta, 21

Filme sobre reality show de suicídios questiona se não levamos a cultura do espetáculo longe demais

CCXP 2017: tudo o que você precisa saber sobre o evento mais nerd do ano

Quarta edição da feira acontece entre os dias 7 e 10 de dezembro no São Paulo Expo

10 filmes baseados em quadrinhos que não são de super-heróis

“Atômica”, com Charlize Theron, é baseado na graphic novel “The Coldest City”

Mais de 30 filmes, séries e documentários imperdíveis que estreiam na Netflix em setembro

Vem descobrir quais novidades farão você querer ficar em casa com um balde de pipoca

Do antigo ao tecnológico: conheça 8 cinemas diferentões para conhecer em SP

Desbrave o que há de mais interessante entre as novas e antigas salas da cidade