8 coisas que mudam quando você entra na faculdade

A universidade é um novo ambiente assustador e encantador ao mesmo tempo. Tudo muda!.

Sair de um ambiente em que você conviveu a vida toda e conhece todo mundo para ingressar numa jornada desconhecida, desafiadora e misteriosa, realmente nos enche de dúvidas e preocupações. A transição entre o colégio e a faculdade assusta sim, mas depois que embarcamos nessa nova fase da vida, vemos que não é nenhum bicho de sete cabeças!

+ 10 coisas que realmente aprendemos na faculdade
+ 10 erros que todo mundo já cometeu na faculdade
+ 10 coisas que você vai sentir falta quando sair da faculdade 

Muita coisa muda, mas não é motivo para se preocupar! Dá uma olhada no que separamos para você já ficar sabendo:

1. Conhecer pessoas de todo lugar

É na faculdade que você sai da "bolha": no colégio, você convivia basicamente com pessoas que moram no seu bairro, e só. Aquelas mesmas pessoas e rostos por anos e anos. Na faculdade, você encontra gente de todos os bairros, de todas as partes da cidade, e até de outras cidades, o que expande seu círculo social e sua noção da vida!

2. Maturidade

A passagem do colégio para a faculdade é rápida, e a responsabilidade que é jogada nos ombros do aluno é instantânea! De um momento para o outro, você passa a ser considerado adulto e tem que saber lidar com isso. Na faculdade você será tratado com essa maturidade em qualquer situação, e é por isso que somos "obrigados" a amadurecer em muitos sentidos - seus estudos, sua responsabilidade, sua maturidade.

3. Independência

Já que agora você é considerado um adulto, ninguém vai ficar atrás de você te avisando que já deu a hora da aula e que você precisa entrar na sala, e você também não vai precisar pedir permissão para ninguém se quiser ir ao banheiro ou simplesmente sair da sala quando bem quiser. Na faculdade, é considerado que você tem a maturidade para lidar com sua própria independência - e todos os atos e consequências desta.

4. Lição de Casa

Tem lição de casa? Tem. Bastante, inclusive. Mas o professor não vai ficar checando se você fez ou não, nem se seu caderno está em dia (aliás, caderno na faculdade é opcional!). Se você faz, consegue tirar suas dúvidas e entender a matéria, e consequentemente vai bem na prova. Se você não faz a lição de casa, fica por fora e depois tem que correr atrás do prejuízo. O conteúdo da disciplina segue, e fica à escolha do aluno acompanhar ou não!

5. Professores

No colégio, os professores geralmente te conhecem de longa data, conhecem seus pais em reuniões, acompanham seu desenvolvimento e mantêm uma relação pessoal com a vida acadêmica do aluno. Na faculdade, o número de alunos para cada professor é enorme e não existe essa proximidade com cada um. O professor de faculdade te vê como um adulto que está ali para ouvi-lo, e nesse aspecto acadêmico ele pode ser muito útil para sua vida profissional (como um mentor ou conselheiro). Mas não venha choramingar para pedir nota ou tentar comovê-lo com a história da sua vida para ganhar presença que não vai dar muito certo. A relação entre vocês será muito mais profissional do que pessoal.

6. Ritmo acelerado

Você tinha tempo de sobra e não sabia! Na faculdade você vai ter livros em cima de outros livros para ler, tarefas e mais tarefas para um curto período de tempo, trabalhos longos que sempre deixam os alunos desesperados na última hora e várias provas de diferentes matérias coincidindo no mesmo dia. Vão ter horas em que dá vontade de jogar tudo para o alto, mas prometo que melhora assim que você pega o ritmo das aulas. Seus finais de semana, infelizmente, terão outros propósitos também além de "relaxar" :(

7. Estudar "só o que gosta"

Tenho certeza que todo aluno do colegial ficava repetindo isso para si mesmo: "Não vejo a hora de entrar na faculdade para estudar só o que gosto!". Assim quem odeia matemática vai para Humanas e se livra dessa matéria de vez, e quem odeia português vai para Exatas e vive feliz para sempre... Mas não é bem assim.

Entrando na faculdade você estuda muita coisa mais relacionada e direcionada pelo curso que você escolheu, só que vai ter que estudar muita coisa ruim também! Matérias obrigatórias (como Filosofia, Estatística, Sociologia, Ética, Empreendedorismo, Meio Ambiente, Metodologia...) são requisitos em todo tipo de curso, apesar de não agradar a todos e de às vezes não ter nada a ver com o que você quer. Mas você vai ter que frequentar e aprender nessas aulas! Então não é "só o que gosta".

8. Decisões para seu futuro

Diferente do colégio, onde você só se preocupava em estudar para passar na prova e não ficar "de recuperação", na faculdade você vai precisar se preocupar para onde está levando sua vida profissional! É nesse novo ambiente em que se constrói a base da carreira que você quer seguir, e se você não levar isso à sério acaba sofrendo as consequências lá na frente. Portanto, não passar todas as aulas no bar, preocupar-se em não voltar com dúvidas para casa e ter vontade de sempre aprofundar e aplicar o que aprendeu faz a diferença para você e para seu futuro :)

Atualizado em 13 Abr 2015.

Por Luísa Celiberto
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

10 dicas essenciais para quem quer ir em trotes de faculdade

Mesmo você não sendo o calouro da vez, a bagunça é grande e é bom se preparar!

10 coisas que não vão te dar saudade quando você se formar na faculdade

Faculdade é bom, mas... Graças a Deus uma hora acaba!

15 coisas que você só vai entender se já foi um turista na sua própria sala de aula

Vivendo a vida no limite (das faltas)

13 coisas que só quem ama e defende sua faculdade pode entender

Seja você um(a) mackenzista, puquiano(a), unespiano(a), casperiano(a)...

Feriado de Corpus Christi vem aí: confira os Jogos Universitários 2017 de SP que acontecem nesta data

Fique por dentro dos melhores campeonatos universitários que rolam neste ano

16 dramas que todo universitário enfrenta fazendo o TCC

AVISO: Neste 1 ano é capaz que você perca um pouco (ou muito) da sua sanidade física e mental