9 coisas para fazer na praia que eram mais legais durante a infância

Catar conchinha, se acabar no sorvete e castelinhos de areia.

Se você foi uma criança que cresceu na praia, ou pelo menos descia a serra nas temporadas com a família, sabe como essa época era boa. O momento mais esperado era a hora do sorvete e pedir dinheiro para fazer uma tatuagem de henna - saudades infância. 

+ 7 praias paradisíacas que você precisa conhecer um dia
+ Looks para a mulherada arrasar no verão 
+ 50 experiências que todos deveriam ter uma vez na vida

Confira nove coisas e atividades na praia que eram muito mais legais quando você era criança: 

1. Castelinho de areia

Por mais que não tivéssemos a mínima noção de arquitetura ou design, uma coisa era fato: o nosso castelo podia ser um bolo de areia caindo aos pedaços, mas nossa imaginação fazia a gente acreditar que era o melhor dos castelos <3 


2. Sorvete

A parte mais gostosa do dia era quando o sorveteiro passava e você ganhava um sorvete para refrescar o seu dia. A melhor parte? Quando criança, não nos importávamos em comer com classe ou em engordar. O que valia mesmo era detonar o sorvete e torcer para que um outro viesse em breve ou ter a sorte de ganhar um palito premiado.


3. Tatuagem de Henna

Se você nunca fez uma tatuagem de henna na praia, não sabe do que estamos falando. Para crianças de 8, 9 ou até 12 anos, isso era algo muito radical - risos. Quem nunca se sentiu um bad boy/bad girl por ter tatuado um golfinho no braço? 


4. Tererê

O.K, meninos não faziam tererê. Mas ir para a praia e sair de lá cheia de penduricalhos e trancinhas na cabeça era praticamente mandatório para as meninas. A pior parte? Quando o cabelo apodrecia e tinha que cortar o tererê fora :( 


5. Banana Boat

Se adultos se divertem na Banana Boat, imagina as crianças? Lembra como era a sensação de estar fazendo esportes super radicais? 


6. Tomar sol que nem gente mais velha

Sempre víamos nossas mães, tias e parentes torrando por horas no sol e pensávamos: "Quero fazer também". Depois de ficarmos deitados por alguns momentos no sol, constatávamos que aquilo é a coisa mais chata do mundo e voltávamos para a água.


7. Se enterrar na areia

A melhor parte de ser criança: não ter nojinho de nada. Afinal, quem cresce e continua se enterrando na areia, né? 

8. Ficar horas na água

Criança na água revela o peixe interior; nada até não sentir mais as pernas, não tem medo de ir até o fundo e o mar é seu melhor amigo. E claro, sem contar na imaginação a mil da criançada, que permite construir castelos submersos imaginários e um mundinho só deles <3 


9. Caçar conchinhas 

Lembra como era legal passar horas catando conchinhas e estrelas do mar? 

Atualizado em 20 Mai 2014.

Por matita iazzetta
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Festas para curtir o Réveillon 2018 ao redor do Brasil

Points badalados no Nordeste do país, festas agitadas na capital paulista e muito mais

Bate e volta: 12 destinos próximos a São Paulo que vão te fazer querer botar o pé na estrada

Sem custos de passagem nem hospedagem, do litoral ao interior, #partiu explorar os arredores da cidade!

Deu onda: 11 praias próximas a São Paulo que são o paraíso de qualquer surfista

Veja um roteiro com as melhores ondas do litoral paulista - partiu botar o pé na estrada?

9 praias próximas a SP para curtir o sol do inverno

Nada como um bate e volta pra curtir os dias ensolarados de inverno, né?

Descubra a viagem que mais tem a ver com o seu signo

Praias paradisíacas, cidades repletas de cultura, noites agitadas... vem descobrir pra onde o zodíaco vai te levar

Agência oferece pacote de viagem para o Chile com festas exclusivas, snowboard e festival eletrônico

São 5 dias de muita curtição, inclusive com pool party e festa em cima da montanha