Veja dicas de como fazer uma viagem barata e legal

Dicas para economizar na hora de conhecer outras cidades e países.

Final de ano é época de viajar, mas se a grana estiver curta fica praticamente impossível conseguir aproveitar as férias para conhecer outras cidades e países.

+ Mais de 10 dicas para a sua primeira viagem de casal ser incrível
+ 8 viagens imperdíveis para fazer com as amigas
+ Viagens de Réveillon para fazer com a família, amigos ou em casal

Antes de apelar e usar o 13º salário ou entrar no cheque especial, confira algumas dicas que o ObaOba separou que vão te ajudar a economizar na hora de viajar. São dicas de como conseguir uma hospedagem mais barata, passagens, alimentação e até transporte em conta na viagem. 

Hospedagem

Existem várias formas de economizar na hospedagem, todo mundo sabe que ficar em hotéis luxuosos de longe é a opção mais cara. Então, por que não abrir mão do conforto e realizar a sua viagem utilizando os serviços de hostels (albergues)? O valor de uma diária em hostel é sem dúvida muito mais em conta, uma vez que os quartos são normalmente compartilhados entre 4 até 20 pessoas, quanto maior o número de pessoas, mais barata fica a diária. Normalmente eles oferecem café da manhã e internet grátis, além de outras opções. Muitos hostels também oferecem quartos privados, mas aí o preço acaba não compensando tanto.

Outra alternativa para baratear a sua viagem é reservar a hospedagem com antecedência, dois sites bons para isso são o TripAdvisor e o Booking, que além de avaliar os estabelecimentos, possuem diversas opções de filtros que facilitam muito a vida.

Mas se a grana realmente estiver curta, algumas opções mais baratas do que os hostels são a B&B (Bed & Breakfast), que nada mais é do que um quarto dentro da casa de alguém com café da manhã incluso, e o CS (Couch Surfing), um serviço que conta com uma rede de pessoas conectadas que oferecem e buscam ‘sofás’ para dormir na casa de alguém em qualquer canto do mundo.

Passagem

Uma das coisas mais caras na hora de viajar são as passagens. Dependendo do destino, ela pode consumir mais da metade do orçamento previsto, afinal de contas viajar, principalmente pelo Brasil, é sempre um assalto à mão armada. Mas existem algumas formas de economizar uma graninha e uma delas é ficar atento às promoções de passagens aéreas em sites, como o Melhores Destinos, ou simplesmente optar por viajar por terra, seja de ônibus ou de carro, se a distância não for tão grande.

Outra alternativa para quem quer viajar de avião pode ser as passagens por milhas. Diversas operadoras de cartão de crédito oferecem pontos que são convertidos para milhas aéreas. Isso pode demorar mais tempo, mas se você não tiver pressa para fazer a viagem dos sonhos pode valer muito a pena.

Alimentação


Comer em restaurantes turísticos são os piores inimigos do seu bolso na hora de economizar. Normalmente os preços desses estabelecimentos são altos e a qualidade nem sempre vale a pena. Uma boa dica para quem não quer gastar muito com alimentação é comer nos lugares onde as pessoas que moram na cidade frequentam ou comprar ingredientes baratos em um mercado e preparar o seu próprio rango. Outra boa dica é sempre comprar água e coisinhas para beliscar no mercado, os preços são muito mais em conta.

Transporte

Se você está acostumado a andar de carro em nosso país e acha o transporte público de péssima qualidade, não leve essa idéia para outros países. Muitas cidades oferecem um ótimo sistema de transporte público, seja por ônibus, trem, metrô e até mesmo por bicicleta. Um aplicativo que pode te ajudar muito é o aMetro, que conta com uma lista de mapas de metrôs das cidades de mais de 50 países.

Outra alternativa é fazer uma Walking Tour, onde um guia local leva um grupo de pessoas para conhecer as principais atrações da cidade caminhando. O serviço é grátis, e normalmente disponível em mais de um idioma.

PS: no final é normal dar uma pequena gorjeta ao guia.

Época

Por fim, um fator que influencia em quase todos os outros é a época que você vai escolher para viajar, pois os preços de quase tudo variam em relação a alta e baixa temporada. Outra coisa que qualquer viajante precisa ficar atento são as taxas de câmbio. Não tem como uma viagem para os EUA sair barata se o dólar estiver custando R$ 2,50, né. Peru, Argentina e Bolívia são alguns destinos próximos em que a moeda brasileira é muito forte.

Aproveite as dicas e faça uma boa viagem!

Atualizado em 20 Mai 2014.

Por Leonardo Paladino
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

12 viagens para explorar cavernas e cachoeiras sem sair do Brasil

Roteiros para viver boas aventuras, apreciar a natureza e se espantar com as belezas do país

Monte Verde além do inverno: 8 passeios para aproveitar a cidade mesmo fora de temporada

O distrito mineiro, conhecido por ser um destino romântico durante o frio, tem muito mais atributos turísticos do que você imagina

11 piscinas naturais próximas a São Paulo para conhecer neste verão

Que tal aproveitar a estação mais quente do ano para conhecer estes paraísos da natureza?

Festas para curtir o Réveillon 2018 ao redor do Brasil

Points badalados no Nordeste do país, festas agitadas na capital paulista e muito mais

Bate e volta: 12 destinos próximos a São Paulo que vão te fazer querer botar o pé na estrada

Sem custos de passagem nem hospedagem, do litoral ao interior, #partiu explorar os arredores da cidade!

Deu onda: 11 praias próximas a São Paulo que são o paraíso de qualquer surfista

Veja um roteiro com as melhores ondas do litoral paulista - partiu botar o pé na estrada?